Minha filha não quer mais comer carne

Categorias: Alimentação

não quer mais comer carneQuem nos acompanha sabe, que a Olivia é boa de garfo desde sempre. Ela adora uma novidade, aceita praticamente tudo que oferecemos e não perde o apetite nem quando está doente. Mas agora minha filha não quer mais comer carne.

Há algumas semanas atrás, comecei a ter dificuldade em oferecer o almoço e o jantar, ela simplesmente olhava o prato e balançava a cabeça dizendo que não queria. Um ou dois dias depois da recusa, ela pediu para comer sozinha e eu deixei. Preparei o prato com todos os itens bem separadinhos e organizados para que ela pudesse escolher e comer o que quisesse. Neste dia ela comeu tudo, menos a carne. No dia seguinte a mesma cena, nem carne moída, nem carne de panela, nem filé.

Pensei que ela pudesse estar enjoada da comida da babá ou até mesmo querendo outro tipo de carne. Fiz frango grelhado que ela sempre comeu super bem e ela também recusou. Dia seguinte fiz frango ensopado e nada. Tentei peixe e também não quis.

Faz um mês que a Olivia não quer comer mais carne, praticamente virou vegetariana. No começo eu desencanei, passei pela fase da indignação e agora estou na fase da aceitação. Quando eu era criança, também não gostava muito de carne. Olivia come muito mais variedade de coisas do que nós. Adora chia, castanhas, uva passa, iogurte natural, ovo. Ovo sem dúvida é o que ela mais ama. Por isso virou sua fonte principal de proteína animal no dia a dia.

Aqui o ovo vai bem, mexido, com tapioca, feito crepioca, no pão, misturado no arroz, por cima do feijão. Por um lado, eu gostaria que ela comesse carne novamente, por outro, me sinto tranquila porque sei que ela se alimenta bem e nutricionalmente não lhe falta nada.

Eu acredito que seja apenas uma fase, pois o Pedro também passou por ela mais ou menos nesta idade. Alguns dizem que criança deve comer o que tem no prato sem reclamar. Outras dizem que a criança deve escolher dentre as opções oferecidas pelos pais. Eu sigo essa segunda aí.

Aqui temos um regrinha básica: ninguém come besteira sem não tiver uma alimentação bacana ao longo do dia. Aqui, aquela estória de que o importante é comer, não importa o quê, também não vale. Quando estão doentes e mais seletivos, oferecemos coisas mais atraentes ao paladar mas mantendo o mínimo de equilíbrio. Ninguém passa o dia comendo bolacha porque está doente e recusou a comida. Pode até comer mais do que o habitual, mas terá que comer algo bacaninha antes, nem que seja purê puro ou só arroz.

Minha filha não quer mais comer carne e nós, respeitamos a escolha dela.

4 comentários

  1. Avatar
    Monica disse: em 09.03.2018

    Boa tarde! Estou vivendo essa situação atualmente. Minha filha de uma hora pra outra não aceitou mais carne(vermelhe e branca). Estou desesperada! Pessando como que será o deselnvolvimento dela sem esses alimentos. Minha esperança é que ela volte logo a comer.

    1. Avatar
      Gabriela Gama respondeu: em 29.03.2018

      Olha, Olivia voltou a comer carne, mais do que todos da casa!!!

      1. Avatar
        Lorena respondeu: em 20.08.2018

        Como foi que ela voltou a comer carne?

        1. Avatar
          Gabriela Gama respondeu: em 03.10.2018

          Do nada e agora é mega carnívora, vai entender!

Deixe seu comentário