Minha filha não dorme no berço

Categorias: Depoimentos Desenvolvimento Filhos Mães

não dorme no berçoUm ano e quatro meses, inúmeras tentativas e nada. Minha filha não dorme no berço. Digo, até dorme, mas acorda muitas vezes à noite. Já passamos pelo desmame noturno, já compramos um berço extra para ensina-la a dormir sozinha e nada funcionou melhor do que um simples colchão no chão.

Olivia, assim como o Pedro se mexe muito enquanto dorme, vira de um lado pro outro, pula feito cabrita e como tem o sono leve, sempre que esbarra em alguma coisa, acorda. Chagamos a acordar 15 vezes numa noite, depois 5 ou 6 e agora que mudamos a pequena pro colchão no chão, acorda 1 ou 2 no máximo e em dias alternados. continua sendo cansativo, porque a imprevisibilidade é a parte mais difícil. Ou escolho dormir cedo toda noite pensando que ela vai acordar hora ou outra e deixo para trás tudo que ficou pendente no dia ou fico até mais tarde resolvendo as pendências e vou dormir torcendo para que ela não acorde. Adivinhem quando ela dorme bem e quando dorme mal? Pois é, parece que adivinha qual o dia foi mais difícil, quando mais preciso descansar e acorda, 1, 2, 3, 4 vezes à noite. Tem dias que quero chorar e outros que simplesmente me esforço para conseguir voltar a dormir. Muitas vezes sem sucesso.

Pedro que desde 1 ano e 7 meses aprendeu a dormir sozinho, no escuro e com o quarto fechado, agora quer dormir na minha cama ou com a Olivia. Como cada dia ele dorme de um jeito, acaba saindo da rotina e acorda no meio da noite chamando a mamãe, ou procurando a chupeta ou até mesmo querendo vir dormir na minha cama. Então naqueles dias em que a Olivia dorme bem, tem o Pedro para solicitar nossa atenção no meio da madrugada.

Depois de muitas tentativas, decidimos que Pedro e Olivia terão um quarto montessoriano, 2 camas no chão e nada de camas e berços cheios de cantos para se baterem e acordarem. Me lembro do arquiteto que projetou meu apartamento dizendo o quão imprevisível era uma criança e que por isso não deveria investir em nada definitivo no quarto deles. Ainda bem que lhe dei ouvidos e não gastei uma fortuna fazendo tudo planejado.

No quarto deles tem um armário, caixas de brinquedos, revisteiro de parede, um berço com cômoda acoplada e uma bicama. O quarto não é apertado, mas também não sobra muito espaço para eles brincarem com tranquilidade. Como vamos tirar o berço e a bicama, o quarto terá o mesmo armário, o revisteiro de parede existente, duas camas de solteiro no chão formando um L e um baú ou gaveteiro, com isso o meio do quarto fica livre para as crianças brincarem.

Faz uma semana que estou conversando com algumas mães empreendedoras e planejando melhor o espaço. Espero que em breve eu encontre uma parceira bacana para o quarto dos pequenos. Se isso acontecer, volto aqui para contar como foi a transformação.

Queremos algo assim, caso saiba onde encontro, me avise por favor.

a0d43dc43695cc503451372f1f5076f4-2 7203b66757023005788659d98a3cb637

8 comentários

  1. Avatar
    Patricia disse: em 06.04.2016

    Bom dia,

    Gostaria de saber se funciona ela no colchão no chão. Minha filha tem 1 ano e 7 meses e nos ultímos 4 dias não quer ir para o berço, se agarra em mim, chora, não aceita conversar, não escuta nós, birra etc etc.. Esta muito difícil pois sempre dormiu no berço e sozinha, nunca precisou de estímulos para dormir… Gostaria de saber se funcionou?

    Obrigada

    1. Avatar
      Gabriela Gama respondeu: em 06.04.2016

      Patricia, o colchão tem funcionado bem aqui. Mas talvez a sua filha esteja com medo de dormir sozinha já que sempre dormiu em berço.

  2. Avatar
    joyce maia disse: em 06.04.2016

    Olá. Meu bebê nasceu quase junto com a olivia e tenho esse problema de sono. Minha dúvida é : se eu botar o colchão no chão ele não vai cair? Como faço? Berço aqui é só até duas da manhã e depois vem pra minha cama. Não estou aguentando.

    1. Avatar
      Gabriela Gama respondeu: em 06.04.2016

      Joyce, eu coloco o colchão encostado numa parede e na outra parte encho de almofadas. Debaixo tenho EVA mas sim ela já rolou para o chão. Nada demais.

  3. Avatar
    Evelyn Costa disse: em 06.04.2016

    Gabi, aqui em casa tb estou no mesmo processo. Minha Olívia já não dorme no berço desde os 10 meses (hoje com 1 ano e 4 meses). Era colocar no berço e no máximo até umas 2 horas da madrugada e acabava meu sossego. De tão cansada deitava com ela na cama do seu quarto e de lá não sai mais….acabo dormindo com ela todas as noites. Vou colocar o colchão no chão tb! Espero que ela durma sozinha… Bjos!

  4. Avatar
    kissila disse: em 07.04.2016

    minha filha nunca dormiu uma noite inteira tem 1 e 10 meses acorda varias vezes ja fiz de td ate remedio para dormir agora coloquei a caminha do lado da minha cama mas ainda sim ela acorda e vai pra minha estou me sentindo cansada e extressada oq vc me sugere ja estou desesperada .

    1. Avatar
      Gabriela Gama respondeu: em 11.04.2016

      Sugiro procurar um profissional para lhe auxiliar quanto ao sono. Dar remédio é algo perigoso e fora de cogitação. Converse com alguma consultora do sono, quem sabe te ajuda.

  5. Avatar
    Camila disse: em 11.04.2016

    Gabi, também tenho dois como você. Diogo, deixou o berço cedinho, com um ano e 2 meses, tinha que dar o espaço para a irmã que nasceu em seguida. Ele foi para uma caminha quase no chão, bem baixinha que tem uma leve curvinha pra cima, que serve de anteparo é uma cama de criança mede 1,60×0,80. Quando Giovana Dexou o berço, mais ou menos na mesma idade dele, ele foi para uma cama box normal, de solteiro (ai eu cooco aqueles protetores que vende de cama infantil tipo esse (http://www.submarino.com.br/produto/356549/grade-de-cama-super-luxo-infantil-branca-tubline?chave=Recviu-comprou_Hs14&nm_origem=rec_produto_viu-comprou-1&nm_ranking_rec=2&WT.mc_id=HM_REC1_VT_2&DCSext.recom=Neemu_produto_viu-comprou-2_ ) e as camas ficam lado a lado. Até hoje eles acordam as noites, ele as vezes, ela praticamente todos os dias. Mas enfim, crescem rápido e temos que curtir até mesmo essas noites ‘mal dormidas’ juntinhos com esses pequenos.

Deixe seu comentário