Não menospreze o choro do seu filho

Categorias: Desenvolvimento Filhos

Não menospreze o choro do seu filho. A primeira linguagem de uma criança é o choro, mesmo quando ele aprende suas primeiras palavras, o choro ainda é a forma mais eficiente de comunicar seus sentimentos.

Nós adultos estamos sempre dizendo que as crianças choram sem motivos, ou por qualquer bobagem. Isso não é verdade. A criança quando se sente triste, incomodada ou com medo, chora e este choro é um pedido de ajuda que não devemos desprezar. Algumas crianças choram muito mais do que outras, mas isso não significa que aquela criança chorona, deve ter seu choro sufocado ou desprezado.

Sempre que um filho começa a chorar, respondemos quase que automaticamente: pare de chorar, não é nada, isso é besteira.

Acontece que todas as vezes que reprimimos o sentimento da criança ou desvalorizamos o seu sentimento, estamos ensinando a ela que aquilo que ela está sentindo não é importante. Algumas crianças seguem chorando e expressando os seus sentimentos de forma transparente e sincera, mas tantas outras acabam reprimindo seus sentimentos até a idade adulta.

Criar um filho é uma tarefa mais do que difícil e arrumar paciência quando se está cansada, esgotada ou depois de ouvir o filho chorando por muito tempo, parece uma missão quase impossível, mas necessária.

Leia também: Você teria filhos se soubesse que seria difícil assim?

Crianças precisam de colo, carinho, atenção. Crianças precisam se sentir seguras, amparadas e amadas. Crianças sentem medo, vergonha, tristeza. Crianças sentem tudo aquilo que nós sentimos e expressam através do choro.

É importante que as crianças possam expressar seus sentimentos, que possam se sentir amparadas e ouvidas pelos seus pais e cuidadores. É importante que elas se sintam valorizadas e acolhidas. Crianças amadas e respeitadas, tendem a ser tornar adultos mais seguros e felizes.

O choro pode parecer besteira, pode ser sem motivo, mas não despreze o choro do seu filho!

Deixe seu comentário