Minha filha não toma mais leite de vaca

Categorias: Alimentação Cuidados/Saúde Filhos Saúde

Sempre que posto fotos da Olivia tomando leite vegetal batido com alguma fruta, muitas mães perguntam porque minha filha não toma mais leite de vaca.

Para deixar claro, Olivia não é APLV e nem tem intolerância a lactose, mas tem uma secreção volumosa que desencadeia inúmeras infecções de vias aéreas. Já falei sobre os problemas de saúde dela aquiaqui e aqui. Para quem não tiver tempo ou paciência de ler os outros posts, resumo: Olivia já passou por duas cirurgias importantes de ouvido devido às inúmeras otites de repetição causadas pelo acúmulo de secreção nos seios da face e ouvidos.

A segunda cirurgia aconteceu no meio de uma internação de 10 dias e depois de todo o desgaste, cansaço e a pilha de remédios que vieram junto, decidi procurar um pediatra homeopata e em paralelo retirar o leite de vaca da dieta da Olivia.

A Paola do Blog Maternidade Colorida já havia feito um post com 9 receitas de leite vegetal e fui lá conferir. Ela já havia conversado comigo sobre a retirada do leite há um tempo atrás e sinceramente eu achei aquilo meio descabido. Hoje preciso dizer que o leite vegetal tem sido um grande aliado na alimentação da Olivia.

Minha opinião mudou quando decidi mudar o leite do Pedro e da Olivia para o leite fresco integral. Desde então as infecções foram mais frequentes e a secreção aumentou consideravelmente. Antes eles tomavam leite UHT desnatado e sei lá porque parecia ser menos maléfico.

Eu já ouvi diversas pessoas dizendo que somos os únicos mamíferos que passamos a vida sem desmamar e para isso bebemos o leite de outro animal. Existe uma linha da pediatria que defende o consumo do leite integral até pelo menos 2 anos de idade com base em estudos que dizem que a gordura do leite animal é importante para o desenvolvimento da criança. Bem, eu acredito que a natureza é perfeita e nós, humanos é quem a estragamos pela intervenção que fazemos, então eu não acredito nesta teoria de que a criança precisa do leite de vaca para se desenvolver.

Voltando ao pediatra homeopata, a primeira pergunta que ele me fez foi: qual leite e quanto de leite seus filhos bebem. Olivia já estava no leite vegetal e está liberada para beber o quanto quiser, Pedro não se adaptou com o vegetal e por isso introduzimos o zero lactose por sugestão deste médico e restringimos a quantidade. Pedro se deixasse tomava mais de 1 litro por dia, agora pode tomar até 500 ml, com a mudança do leite ele passou a consumir menos espontaneamente e se alimentar melhor. A decisão de retirar o leite, principalmente da dieta da Olivia já havia sido discutida com a pediatra, o alergista e o otorrino. Acho que no fundo, bem no fundo, nenhum deles acredita que possa dar certo, mas como eu não tinha outra opção, tô acreditando cegamente.

Retirar o leite de beber já é um grande avanço, os derivados permanecem com moderação, até porque eu não preciso fazer uma dieta para alérgicos se eles não são.

fontes de calcio alternativas ao leite de vacaA pergunta que vem depois do motivo da retirada, é como suplementar o cálcio. Postei este quadrinho aqui e todo mundo me perguntou quanto de couve uma pessoa deve ingerir para suprir o leite de vaca. Gente, a couve não é a única fonte rica em cálcio, existem outras tão boas ou até melhores, a Bárbara fala sobre isso aqui e digo ainda, que toda criança deve passar em consulta com um nutricionista e fazer acompanhamento se necessário. Nós não sabemos nos alimentar corretamente, não temos conhecimento dos grupos de alimentos ideais para nossa dieta e o nutricionista é tão importante quanto um médico, tanto que diversos planos de saúde reembolsam o equivalente a uma consulta médica além de contar com uma lista imensa desses profissionais credenciados à nossa disposição.

Olivia está sem leite de vaca há 3 semanas e há duas com homeopatia, vejo melhoras significativas nela, muito mais do que os inúmeros remédios alopáticos que lhe foram prescritos na alta. Não que eu não acredite na alopatia, pelo contrário, mas neste caso, depois de tudo que já foi feito e testado, o que melhor respondeu até então, foi a retirada do leite e a homeopatia.

O meu grande aprendizado disso tudo, foi ouvir e acreditar mais em quem pesquisa sobre o assunto e quem já teve algum tipo de melhora com os tratamentos alternativos. Você não precisa acreditar ou seguir o nosso modelo, mas se você puder pensar diferente e aceitar que existem outras opções além das que você já conhece e principalmente respeitar a escolha do outro, este post terá valido a pena.

Introdução do leite vegetal na dieta da minha filha.

O pediatra homeopata, a nutricionista infantil Paola Preusse do Blog Maternidade Colorida e a minha nutricionista funcional, indicam a retirada do leite de vaca a todas as pessoas, principalmente àquelas que tem infecções recorrentes e secreção nasal.

32 comentários

  1. juliana disse: em 02.06.2016

    Gabi, fala como vc fez essa introducao. Comecou com que leite? Vc deu puro ou batifo? Também to querendo tirar aqui. Praticamrmente meu filho so toma a noite e duas mamadeiras na magrugada qie estou doida pra retirar.

    1. Gabriela Gama respondeu: em 02.06.2016

      Sempre com fruta, no começo muita fruta para disfarçar o sabor, agora meia banana para 200ml de leite são suficientes.

  2. Emagcosta disse: em 02.06.2016

    Parabéns pela decisão. Mães fazem de tudo para ver seus filhos melhores!
    Embora eu discorde dos profissionais que acompanham sua Olívia. Acho que ela pode sim ser APLV e ter sido subdiagnosticada. Os sintomas dela são típicos de um APLV não mediado por IGe.
    Mas o que importa é que agora ela está bem.
    Saúde e felicidades para toda a família!

    1. Gabriela Gama respondeu: em 02.06.2016

      Ela não é APLV oficialmente, mas sei desse fator não mediado e tbm repetiremos os exames depois dos dois anos! Obrigada 🙂

    2. Vivian respondeu: em 29.09.2016

      Pensei a msm coisa qd li….estava lendo e pensando..mas ela pode sim ser aplv…por isso essa melhora significativa.

      1. Gabriela Gama respondeu: em 29.09.2016

        Eu já pensei sobre isso, mas um APLV tem outros sintomas além da congestão e ela não tem nenhum. Eu não sou APLV e melhoro quando passo dias sem o leite, um vício do qual não me desprendi ainda 🙁

  3. Lele disse: em 02.06.2016

    Nossa, nao é a primeira vez que leio sobre essa melhora qdo retiram o leite de vaca
    estou ensaiando fazer os leites vegetais… quero algum que eu consiga aproveitar e fazer farinha tb
    bjs
    Lele

    1. Claudia respondeu: em 31.08.2016

      Olá!
      Faço muitos leites vegetais. O de coco dá pra fazer a farinha se secar o que resta, mas eu costumo guardar úmido mesmo e já usar em bolos ou pães na mesma semana (preguiça de secar ao forno).
      O leite de amêndoas resulta num, queijo vegetal bem bacana com o resíduo, ou uma ricota vegetal. Fic aa dica de uma receita que já fiz e gostei bastante: https://menubacana.com/2016/08/01/ricota-de-amendoas/

  4. Juliane disse: em 02.06.2016

    Olá Gabriela! Estou passando por exatamente isso c a minha filha.. Seu relato é muito parecido c o meu..só que ainda não achei um que agrade totalmente o paladar dela.. Aceitou em alguns dias o leite de inhame c banana. No meu caso, ela estava tendo crises de asma… E a consulta c homeopata será no fim do mês. Estou na expectativa!

    1. Gabriela Gama respondeu: em 02.06.2016

      Olá, eu aqui vario os tipos de fruta pq só banana a Olivia enjoa tbm.

      Seguem algumas opções de leites que foram bem aceitos aqui: Amêndoas, Avelã, Côco e inhame. Sempre bato com bastante fruta para tirar o gosto residual e deixo bem quentinho para a Olivia. Tem ido super bem!

  5. Juliane disse: em 02.06.2016

    Olá Gabi, nossa penso mto nisso e sempre. Meu filho tem problema respiratório (um pouco hereditario), mas nem sei por.onde começar.
    Na verdade sei.rs, preciso achar.um bom homeopata aqui em SP,depois leva-lo na.nutri.
    Parabéns por ter conseguido sucesso na troca.

    1. Gabriela Gama respondeu: em 02.06.2016

      Olá,
      Sobre seu filho acredito que ele já deva ser acompanhado por um pneumopediatra correto? Caso não, tenho 2 excelentes a indicar, tbm tenho dois homeopatas para vc ter como opção e nutrição indico a Paola do Maternidade Colorida que tem foco em crianças.

  6. Priscila disse: em 03.06.2016

    Queria saber os médicos que vc levou a Olívia vc tem o contato dele e da sua nutricionista funcional.aguardo

    1. Gabriela Gama respondeu: em 06.06.2016

      Priscila,

      Levei em vários médicos, qual especialidade vc quer o contato?

      Da Nutricionista é 3104.8558 – Francis

  7. scheila disse: em 30.08.2016

    Boa noite Gabriela. Minha Alice tem 1 e 8 meses vai ser operada de adenoide to meio sem chão né, mas eu gostaria de sua opinião com relação a alimentação também Alice sempre teve muita secreção acredito q foi isso que desencadeou o crescimento da adenoide. Como posso ter essa conversa com a pediatra e ela entender que o leite entre outros alimentos aumentam a secreção. Ou será que com essa cirurgia essa secreção tem a diminuir ou parar?? Obrigada

    1. Gabriela Gama respondeu: em 30.08.2016

      Olá Scheila, tudo bem?

      Quanto a cirurgia, fique tranquila, pois é simples e indolor. Sobre a secreção, ela diminui quando a adenoide é retirada, mas minha filha só melhorou de fato com a retirada do leite, pois o leite de vaca aumenta a produção de muco das pessoas. Eu tomei a decisão em conjunto com a pediatra, otorrino e alergista, mesmo ela não sendo alérgica, tanto que come os derivados do leite sem problemas. Acho que pediatra bom e atualizado já sabe disso, embora muitos sejam resistentes à mudança. Acredito uma acompanhamento nutricional seja mais relevante do que ima indicação da pediatra neste momento. Bem, minha filha tem a mesma idade da sua e está ótima sem leite, consome o cálcio através de outros alimentos e não tem deficiências de vitaminas.
      Boa sorte!

  8. Maryane Andrade disse: em 31.08.2016

    Nossa….meu filho chegou a da constipação por causa de leite. Agora mudei pro zero lactose e ele melhorou graças a Deus. Não tava aguentando ver ele gritando de dor pra fazer cocô. O pediatra quem descobriu que era o leite. Hoje ele só toma um pouco no café de manhã e à tarde, de vez enquando um pouco com toddy.

    1. Gabriela Gama respondeu: em 31.08.2016

      Que bom que ele melhorou, mas lembrando que leite zero lactose ainda é leite de vaca, totalmente diferente dos vegetais. Talvez ele seja intolerante 🙂

  9. Vanessa disse: em 31.08.2016

    Oi, muito importante esta matéria. Meu filho vive com catarro, faço sempre inalações e outras coisas, melhora muito pouco. Vou fazer o teste do leite. Vc poderia passar o telefone do homeopata, do otorrino, e do alergista? Obrigada.

    1. Gabriela Gama respondeu: em 31.08.2016

      Vanessa, precisa investigar se tem algo a mais, porque aqui o leite ajudou, mas depois da retirada da adenóide. Vamos lá Otorrino: Raul Zanini 3884.4080 – proximo ao pq Ibirapuera ou 2151.5117 no Eisntein do Morumbi. Homeopata Dr Sergio Spalter 3842.9194 em Moema. Alergia Fausto Matsumoto 2244.4499 em Higienópolis ou 2151.5814 no Eisntein de Alphaville.

      Minha opinião: leve ao otorrino e se for necessário, ele vai te encaminhar para os próximos, foi assim comigo.

  10. Cynthia disse: em 31.08.2016

    Meu bebe de 2 meses está com suspeita de aplv, sofrendo muito com colicas e esofagite, saiu do peito temporariamente para recuperar e toda vez que volta piora muito. Estou numa dieta super rigida, mas não está resolvendo e quero continuar amamentando. Vc poderia me passar o contato deste pediatra homeopata? Obrigada

    1. Gabriela Gama respondeu: em 31.08.2016

      Dr Sergio Spalter 3842.9194 em moema, mas além dele, sugiro que vc procure uma OTIMA nutricionista para te ajudar com a sua alimentação!

  11. Olinda disse: em 31.08.2016

    Minha filha tem 13 meses e ainda não introduzi o leite de vaca na alimentação dela. Mas, tenho receio de não introduzí-lo em algum momento, e acabar gerando alguma intolerância ou alergia no futuro. Sou intolerante e é muito ruim não poder comer determinadas coisas, imagina isso para uma criança. Você sabe de algo a respeito? Você também cortou o iogurte natural?

    1. Gabriela Gama respondeu: em 01.09.2016

      Eu não corteiã os derivados como disse no post e por isso não criei nem alergia e nem intolerancia. 🙂

  12. Kamila disse: em 29.09.2016

    Gabi a fórmula do Nan pode trazer os mesmos problemas?

    1. Gabriela Gama respondeu: em 29.09.2016

      Kamila a fórmula NAN é leite de vaca em pó.

  13. Juliane disse: em 03.10.2016

    Gabriela.
    Essa diferença percebida pela troca do leite, aconteceu somente pelo leite de vaca ou pelos leites em fórmula tbm? No meu caso minha filha toma Milnutri desde que completou um ano e nos últimos três meses não se cura de uma suposta gripe, mesmo com toda medicação indicada.

    1. Gabriela Gama respondeu: em 05.10.2016

      Juliane, os leites em fórmulas são compostos pelo leite de vaca, mesmo que misturados, eles contém a proteína do leite ali. Minha filha tomou Milnutri tbm quando completou um ano. Hoje ela come os derivados com moderação, mas não toma mais nada de leite animal na mamadeira.

  14. Andreza disse: em 07.11.2016

    Parabéns Gabi pelo belíssimo post , já assisti um vídeo de Dr Lair Ribeiro onde fala muito mal do leite de gado queria muito tirar e não sabia o que dar para substituir. Pois também já vi falar mal do leite de soja, agora vou tentar fazer outros dos quais você ensina espero que ele se adapte . Ele tem 2 anos e nunca gostou de mingal é que ele não gosta muito de leite , toma apulso no café e sempre fico com poucas alternativa pra ele . Espero que um desses ele goste mais. Beijos

  15. Amanda Sivini disse: em 28.11.2016

    Boa noite, Gabriela. Tudo bem?Com qual frequência a Olívia toma leite?
    Há algum post sobre as receitas?
    Obrigada!
    Abraço,

    1. Gabriela Gama respondeu: em 04.12.2016

      Amanda tudo bem? Ela toma 3x ao dia. Tem um post sim: http://aprendizadosdemae.com/2016/06/introducao-leite-vegetal/

Deixe seu comentário