É difícil ser uma boa mãe quando a gente está cansada

Categorias: Desabafo Mães

Cuidar dos filhos, da casa e da vida já é bem difícil, quando a gente está cansada, sem dormir e sem cuidar de si, parece que tudo isso piora. Esta semana cheguei a conclusão de que é difícil ser uma boa mãe quando a gente está cansada. Isso porque deixamos a passividade extrema dar lugar à irritabilidade máxima.

Educar exige mais abraços e menos gritos!

Pensa comigo: você mal dorme ou come mal quando consegue comer, toma banho correndo, no fim do dia percebe que não fez metade das coisas que precisava fazer e quando chega em casa, ou quando seus filhos chegam da escola, estão insuportavelmente chatos. Choram por tudo, brigam pelos brinquedos mais largados da casa, de dois em dois minutos gritam pedindo ajuda da mãe ou ficam grudados na sua perna enquanto você tenta preparar algo para comer.

é difícil ser uma boa mãe quando a gente está cansadaÉ difícil ser uma boa mãe quando a gente tá cansada, junta com o cansaço, birra e qualquer outra coisa do filho e a gente vai do desespero à raiva. Embora a gente devesse manter a rotina, a calma e a paciência, nessas horas a gente quer sumir ou simplesmente dar um grito para ver se todo mundo fica quieto. Duro é que se a gente grita, ou eles gritam mais alto, ou começam a chorar descontroladamente e tudo piora, piora muito!

A gente deixa de ser boa mãe poir dois motivos principais: ou a gente deixa que eles façam o que quiserem, permite coisas que no dia-a-dia não permitiria, ou a gente reclama de tudo, mesmo que eles estejam super comportados. Parece que não existe meio termo no cansaço, não conseguimos distinguir o que realmente deve ser repreendido e o que é coisa simples de criança. Acho que essa é a maior injustiça que os pais fazem com os filhos, mas não tem jeito, quando a gente tá cansada a gente não consegue raciocinar.

Muitas vezes a gente vai errar, mesmo tentando exaustivamente acertar e o que fica disso tudo, é o aprendizado de cada situação. Aqui aprendi que não adianta sair do eixo ou perder o rumo. Tudo piora muito e para consertar o estrago, o trabalho é dobrado e o cansaço também.

Indentifique-se no post: Chorei todo o meu cansaço

Que a gente possa sempre aprender a discernir o bom e o ruim, que a gente possa ter mais boas noites de sono, mais paciência com os filhos, que a gente consiga ter uma agenda mais organizada e menos tarefas durante o dia. Que a gente consiga, mesmo que minimamente, descansar.

50 comentários

  1. Vivianne disse: em 29.06.2016

    É bem assim. Excelente descrição de uma mãe em tempo integral. Que cuida de tudo dentro da casa.
    Obrigada por compartilhar sua experiência.

  2. elaine warela disse: em 29.06.2016

    gostaria que abordassem assuntos como gravides de risco,ou gravides com hiperemese gravidica, segundo gestacao com menos de 2 anos.

    o que é o meu caso engravidei novamente 2 gestação sendo q meu bb tem 1ano e 5 meses, e sofro de hiperemese gravidica.

  3. Brenda disse: em 29.06.2016

    Percebo como se a mãe fosse o termômetro da casa, se está nervosa todos se alteram, se está feliz todos compartilham. É difícil carregar tamanha responsabilidade.
    Que Deus nos dê graça!!!!

    1. Gabriela Gama respondeu: em 30.06.2016

      Falou tudo!

    2. Núbia respondeu: em 07.08.2016

      Grande verdade

    3. Priscilla respondeu: em 25.08.2016

      É exatamente isso

  4. Janice disse: em 29.06.2016

    Eu me sinto insuportavel quando to extressada, depois que tudo passa vou chorar por ter cometido varios erros com meu filho de 6 anos por causa da bebê, brigo, grito, na hora da raiva, mais depois que acaba a raiva peço perdão digo o quanto amo ele, me pergunto se estou enlouquecendo porque é muito difícil.

    1. Agda respondeu: em 30.06.2016

      Bem assim ne? Eu tenho um de 1 ano e 3 meses que ja me deu o dobro do trabalho que o de 4 anos ja deu toda a vida.. e tadinho eu choro tbm por ter descontado nele e peço desculpas dizendo que a mamãe esta muito irritada pq miguel é muito levado..

  5. Alexandra disse: em 29.06.2016

    É exatamente isso. Coitado do meu esposo que pega toda minha irritação 😞

  6. Gabi Miranda disse: em 29.06.2016

    Nossa, como é difícil ser mãe quando estamos cansada. E parece que tudo gira em torno para agravar a situação. Tipo, o filho faz birra, surge um problema no trabalho, você esquece de pagar uma conta importante e por aí vai… Mas acho também que nos exigimos demais. A gente erra como todo mundo e o importante é reconhecer e aprender com nossos erros. beijo

  7. Pollyanna disse: em 30.06.2016

    Me senti assim mesmo ontem, grite e chorei muito depois.
    É muito difícil

  8. Natali disse: em 30.06.2016

    amei me identifiquei muito..

  9. Renata disse: em 30.06.2016

    Boa noite,fui mãe aos 32para 33 anos.Era cheia de teorias e “Achismos”.Fui ver a grande responsabilidade e desafio diário que é ser mãe,esposa ,dona de casa e micro empresaria.Hoje sei que a paciência e o equilíbrio são fundamentais,pois,todos inclusive a casa precisam de mim.Boa sorte a todas nos!.

  10. Camilla disse: em 30.06.2016

    Acredito que devemos aprender tambem a compartilhar essa responsabilidade e assim talvez tentar descansar mais de corpo e de mente.
    E também, aprender a dividir o controle sobre as coisas e aceitar que compartilhar a responsabilidade tem como preço não decidir tudo e fazer tudo, no meu caso.

  11. Tatiana disse: em 01.07.2016

    Estou me sentindo assim, tão cansada, tão triste… Sei que é uma fase… Mas tenho vontade de fugir. Conto os dias para meu bebê crescer e conseguir voltar que eu era.

    1. Quenia respondeu: em 08.08.2016

      Calma Tatiana !
      Não se culpe !
      Todo mundo sente isto é passa por isto ,eu também não conseguia nem pentear os cabelos direito.Mas as coisa vão melhorando dia após dia.
      Força , não desanime !
      Tenho certeza que você é uma ótima mãe !

    2. Roberta respondeu: em 24.09.2016

      Eu também Tatiana.
      Essa noite não dormi. Minha nenê tem 1 mês e 10 dias. Meu marido não consegue ajudar muito e quer saber de ter mais liberdade. Quer fazer as coisas dele. Tenho ajuda da sogra e meus pais, mas elês tem a vida deles. Me sinto incapaz para essa tarefa. Não me sinto bos mãe.

  12. Thabata disse: em 03.07.2016

    Estive pensando muito nisso na última semana. Me culpando. Brigando com meu filho e com o mundo pq eu só queria um pouco de espaço. Queria um filho sem chorar quando o buscasse na escola e que eu pudesse só preparar o jantar com calma. Meu Deus como tudo isso é difícil. E o que sempre vem? A culpa. Culpa por sentir isso. Culpa por pensar assim. Culpa por não ser a mãe que deseja ser. Obrigada pelas palavras traduziu perfeitamente tudo que andava pensando e o melhor me fez sentir normal. Não sou a bruxa que estava me pintando. Apenas sou mãe!

  13. Denise disse: em 05.07.2016

    Se vc encontrar uma saída me diga, pq estou exausta, sem paciência e sinto péssima mãe pois não consigo deixar de me irritar ou de estar cansada, mesmo pq não tenho um minuto de sossego sequer. Vontade de sumir…

  14. Renato disse: em 05.07.2016

    E se elas estão assim com os filhos, imaginem com os maridos!

  15. Érica disse: em 10.07.2016

    Estou em uma fase super difícil é preciso de ajuda,tenho 4 filhos o primeiro tem 17 anos eatuda trabalha e não me dá muito trabalho pois é um adolescente super tranquilo ,o segundo tem15 anos tbm estuda e trabalha com meu marido tbm é um adolescente muito sossegado não tenho do que me queixar,o terceiro tem 10anos,esse está em uma fase chata,a fase da preguiça de não querer ajudar em nada,pra fazer algo tem que pedir por várias vezes,mas fora isso ele é um bom menino não tenho muito trabalho com ele. O meu maior problema é o caçula que está com dois anos e oito meses não sei onde errei com ele,pois todos os outros três sempre foram muito comportados educados não tive trabalho com nenhum eram super calmos,mas esse último me leva a loucura não sei mas o que fazer. Chora por tudo,nao posso sair pra passear com ele pq faz escândalos quer correr não fica quieto em lugar nenhum,as vezes tenho vontade de gritar,chorar,e desistir de tudo é muito difícil. Coloquei ele em uma escola já faz um ano e meio pensando que ele talvez ficasse mais calmo e que eu pudesse ter tempo pra mim. Mas não adiantou muito,pois ele só vem piorando cada vez mais chato,ate mesmo pra receber uma visita em casa e difícil ,pq ele apronta eu tenho que ficar atrás dele o tempo todo,nao consigo assistir um programa de TV,nao consigo sequer Fazer uma ligação no celular. Meu marido diz que é pq ele foi muito mimado e quando ele crescer vai melhorar,sinceramente eu estou exausta pois não tenho tempo pra mim,tenho que cuidar da casa,dos outros filhos do marido,dos pets e ainda ajudo meu marido no trabalho dele! Claro que tudo isso é correndo pois tenho que dar conta de preparar almoço,limpar a casa,organizar mochilas de escolas lancheiras,levar filho na escola,buscar fazer janta ufaaaaa!!! Socorro!!! Só queria mesmo que meu bebe ficasse mais calmo .já ajudaria bastante,gostaria muito de saber lhe dar com essa situação pois apesar de ser mais de outros três filhos pra mim é novidade o que estou passando
    Desculpem o desabafo. Gaby se vc puder fazer um post com esse assunto agradeço beijos fiquem com Deus

    1. Gabriela Gama respondeu: em 10.07.2016

      Érica, posso imaginar o tamanho da sua exaustão. Seu caçula é de uma nova geração e certamente isso faz muita diferença. Talvez não seja mimado propriamente dito, mas precise de mais atenção e talvez de um acompanhamento de uma terapeuta comportamental, parece besteira, mas muitas crianças precisam de um redirecionamento e ele não acontece na escola.
      Receba meu abraço apertado em solidariedade ao seu cansaço #tamojunto

      1. Elaine Maia respondeu: em 09.08.2016

        Nossa Érica, tudo isso é muito difícil mesmo… São muitas tarefas e responsabilidades, sei como se sente… Aqui em casa, estou começando a pensar em ter uma ajuda de alguém, pois o que me parece é que seu pequeno além de mais levado, está querendo a sua atenção com qualidade… e isso você por mais que se esforce é humanamente impossível com tantas responsabilidades dentro de casa… Meu filho também foi muito levado, e o que melhorou isso foi a qualidade do meu tempo com ele. E minha rigidez com seus erros. Parei de falar 10 vezes e comecei a falar uma vez e agir, colocando ele para pensar. Ele queria sair correndo, mas se eu tivesse que pega-lo 10 vezes, 10 vezes eu fazia. E isso teve que ser em conjunto com o pai dele. Quando seu filho perceber quem é a autoridade ele vai obedecer. Mas não se culpe, pois com tantos a fazeres é muito difícil pensar em tudo. Tente não ceder de forma alguma sobre o comportamento dele. Não seja tolerante. Depois de colocar ele para pensar, converse com ele explicando o que ele fez de errado e o que ele deve fazer para a mamãe não brigar mais com ele. Além disso, converse com o pediatro se não é caso dele ter algum tipo de imperatividade… Procure uma ajuda de uma pessoa pelo menos 3 vezes na semana. Nossa, isso ajuda muito. O importante é você mudar tudo isso, pense que você estando estressada, sua casa desmorona, então você é prioridade! Boa sorte e que Deus abençoe sua família! Bjs!!!

    2. Conceição respondeu: em 10.08.2016

      É complicado demais, minha filha tbm era desse “estilo”. Agora ela está com 3 anos e 7 meses, está “menos pior”…Já notei que quando está com sono as coisas pioram. A parte boa e que me alimenta esperança é de que eles crescem e dão menos trabalho. Procure relaxar e, se for o caso, delegue outras tarefas para outras pessoas (trabalho, limpeza doméstica, etc.) se houver possibilidade pra vc. Eu achava que daria conta de tudo, mas fui ficando doente ao longo desses anos, doenças físicas e depressão. Não se culpe nem se responsabilize tanto, de fato, algumas crianças dão mais trabalho que as outras, não quer dizer que seja uma mãe ruim, apenas somos humanas…Depois que procurei ajuda médica, estou melhor e acho que isso também influenciou na “melhora” do comportamento da minha filha, passei a relaxar, a me cobrar menos, a ficar me exigindo ser boa mãe o tempo todo e quanto às críticas? Estou aprendendo a ignorar, na hora eu só penso as noites e noites em claro (só pra começar) que passei com minha filha, só eu sei como cuidei dela e ainda cuido, e como faço de tudo para ser a melhor mãe do mundo pra ela, sem ajuda de ninguém. Espero ter ajudado, que Deus abençoe e que o tempo passe!!! rsrsrs

  16. Jutacy disse: em 10.07.2016

    É assim que me sinto, cansada e a pior mãe do mundo, por milhares de vezes tenho vontade de sumir e imaginava que isso era só comigo. Sei que não é por falta de amor ao meu filho, mas sou humana e falha, estou precisando de um tempo pra mim.

  17. Carla disse: em 19.07.2016

    Como é difícil ser mãe. Só me disseram a parte boa na qual vc só curte o bebê. Como estou cansada,nao tenho ajuda de ninguém e só escuto dos familiares que é assim mesmo. Ninguém se propõe a me ajudar por pelo menos 20 minutos para eu descansar ou pelo menos eu lavar o meu cabelo. Tem horas que eu me perguntava se só a minha bebê era assim mas pesquisando e conversando vejo que muitas passam pelo mesmo problema. Estou exausta, chateada demais mas não posso culpar a minha bebê pois ela não pediu para nascer…

  18. Ge disse: em 19.07.2016

    Nossa! Ando tão cansada. Cuidar de casa, do bb é estressante. Não consigo arrumar a casa direito. Faço tudo pela metade. Não tenho tempo nem pra comer. As vezes quero q o tempo pare só pra ele ser pequeno. Tão gostoso um BB e as vezes quero q ele cresça logo para q eu possa ter uma boa noite de sono.
    Ser mãe é maravilhoso mas ao mesmo tempo tão cansativo. Dá vontade de sumir as vezes…

  19. Maria Bandeira Pereira disse: em 06.08.2016

    Nossa que tudooooi. É bem isso. É o mais esttessante é que as pessoas que nos rodeiam não entendem o que a gte passa. To exausta e juro msm que tem dias que quero morrer.

  20. Vivian disse: em 07.08.2016

    Nossa. Achei que fosse só comigo. Minha filha me dá muito trabalho, ela não para de falar nenhum minuto. Ao chego cansada do trabalho, querendo descansar a mente e ela enrola demais pra dormir. Na maioria das vezes chego sem paciência, acabo descontando nela, e depois fico muito mal com isso, choro, peço perdão, digo o quanto amo… Já cheguei até acordar ela de Madrugada só pra pedir desculpas

  21. Suze Gonçalves disse: em 08.08.2016

    Ser mãe é uma dádiva é algo inexplicável. O amor que vc dar para eles é retribuído por beijinhos…carinhos…. palavras : ” Eu te amo”…troca de olhares e isso não tem preço que pague. Tenho 5 bênçãos aqui em casa, incluindo gêmeos. Aprendir que por ser mãe temos o poder de dominar a situação para que tudo der certo é que vc estando bem consigo mesmo tudo vai se encaixando. Se fica estressada eles absorvem o seu estresse, ficam agitados vc perde o controle e tudo piora. O melhor a fazer é ter equilíbrio e paciência.

  22. ana sara disse: em 08.08.2016

    bem isso super me identifiquei c o texto e os comentários è a mais pura vdd, hj mesmo to morta de sOno minha bb tem 1ae 1mes acordou cedo hj

  23. Carla Gomes disse: em 09.08.2016

    Que bom que não estou sozinha e nem sou a pior mãe do mundo! Amo meus filhos mais que a mim mesma, mas as vezes dá vontade de sumir!!! E meu caçula é super grudado em mim e super me identifiquei na parte que fala de tentar fazer comida com ele agarrado em mibhas pernas fazendo pirraça! Tem dias que não aguento e grito. Só assim ele se acalma. Vez ou outra consigo distraí-lo com alguma outra coisa. Ele tem 2 anos e 1 mês. Quando era bebê eu tb parecia eatar isolada do mundo e, apesar de curti-lo, tb não via a hora dele crescer! Me deixei por falta de tempo e ânimo. Aos poucos as coisas chegam ao normal. Ter paciência nem sempre é facil. Mesmo com muito amor!
    Bjo a todas!

  24. Midiã disse: em 09.08.2016

    Me vi em tudo q vc falou. Tenho 3 meninas, a mais velha com 14 anos, a do meio com 7 anos e a caçula com 10 meses . Sou mãe e dona de casa. Tem dias que são terríveis. Não tenho mais tempo para mim… tem dia q nem consigo dar conta da casa quanto mais cuidar de mim?! As vezes me pego fazendo coisas que não faria nunca em sã consciência ou quando so tinha a minha mais velha, mesmo depois da segunda não era tão estressante. Trabalhava fora e tinha uma secretária em casa e não era tão cansativo. Amo MUITO minhas filhas. Ultimamente tenho chorado MUITO não queria passar pra minhas filhas o meu desespero.

    1. Conceição respondeu: em 10.08.2016

      Eu tive que buscar ajuda médica, também estava sempre chorando. Deus abençoe vc e sua família.

  25. nina disse: em 09.08.2016

    E como é difícil, estou esgotada sem tempo pra mim , tenho um filho maravilhoso de 5 anos e um enteado de 13 que perdeu a mãe cedo por uma doença e que nasceu com TDAH ou um retardo mental é praticamente um bebê, fico me perguntando até quando vai amadurecer porque é muito dificil.

  26. daniela disse: em 10.08.2016

    Excelente….

  27. Conceição disse: em 10.08.2016

    Todo esse cansaço e preocupação me deixou doente….Tenho e já tive vários problemas de saúde, dores no corpo, depressão, problemas para dormir….estou fazendo tratamento, espero que consiga melhorar, minha filha está crescendo, o que diminui um pouco o estresse e o cansaço.

  28. Rosa maria disse: em 11.08.2016

    Ser mae e padecer!!Honestamente e um momento lindo mas qdo cresce e o fim.
    Tenho dois meninos,e homem e muito dificil de controlar.
    Hoje bem madura com 52 anos,jamais teria dois filhos.
    Talvez um ,pra saber o q e mae.
    Filhos criados trabalho dobrado.

  29. Raquel Momm disse: em 12.08.2016

    Para quem se identificou comovente texto quero recomendar um super filme: Mamãe Operação Balada. Não achei no Netflix, só DVD a venda em livraria cristã.Mas vale cada cena!

  30. Jana disse: em 25.08.2016

    Nossa pensei q fosse só eu q estivesse assim,ando tão cansada tbm e á teve alguns vezes q descontei no meu filho,nossa ele é minha pimentinha não para com nada,mais respiro fundo e busco paciência até onde não existe.
    Bjos meninas vai da tudo certo😘

  31. Andrieli disse: em 25.08.2016

    Nossa me descreveu no dia de hoje, me sinto exausta mas me cobro pensando que não deveria me sentir assim, tem dias que é muito difícil!

  32. Isabela Alves disse: em 25.08.2016

    Genteee… nunca me vi tanto em um texto! Perfeito e diz muito do meu dia a dia! Fiquei lendo os comentários e me vi em cada um deles. A mãe é o pilastra de sustentação da casa,sem a gentr ,tudo desmorona e da errado… tenho um menino de quase 5 e uma menina de 2,e meu dia é exaustivo como de todas. Passou o dia só para eles,não faço nada p mim…. cuido deles e da casa,anos que não vou ao salão,manicure ou qualquer coisa que seja p cuidar de mim. Larguei trabalho,faculdade e vivo pra eles…To exausta! Amarelinha pequena ainda é nao consigo tirar tbm… To moooroorta! Boa sorte a todas e espero que tenhamos histórias mais felizes para trocarmos!😘😘😘

  33. Geoconda Almeida disse: em 26.08.2016

    Nossa, esse texto parece q dou feito sob encomenda p/mim.
    Hj msm eu tive uma briga feita com meu marido, nunca brigamos desse jeito, e p/piorar, estávamos com minhas filhas ( uma de 6anos e pra de 11meses). Mas isso aconteceu justamente por isso.
    Eu estou exausta.
    Só consigo arrumar a casa msm qdo ela vão dormir (21h) aí depois da arrumação tenho q fazer os preparativos p/niver de 1ano da mais nova, resumindo, vou dormir por volta dàs 3:30 da manhã p/acordar às 6hp/ colocar filha na escola, cuidar da outra e fazer as atividades da casa. E para completar, td arrumação q fiz a madrugada agacha logo q/minhas filhas acordam.
    Isso é cansativo.

  34. CRIS disse: em 27.08.2016

    Nossa falo td. E sempre o maridao tem que aguentar kkkkk.
    Hoje foi um dia daqueles eu queria só deitar e descansar mas nao daaaaa.boa noite amei a materia.

  35. Elieide disse: em 29.09.2016

    Nossa! Me vejo exatamente nessa sua história,já sou estressada de natureza,tenho três lindos filhos uma de 7,um de 5 e o caçula de 3.As vezes penso que não sou uma boa mãe,brigo com eles por besteira,as vezes grito para ver se tudo se acalma,mas realmente tudo piora.Não é fácil,mas desistir jamais!! Quero que eles sejam ser -humanos de caráter,honesto e de bom coração,nada que faço é para o mau deles.Amo demais ser mãe.

  36. Bel disse: em 29.09.2016

    Que bom ler vários depoimentos parecidos. A verdade é que é comum isso em todos os lares. Penso que os mais velhos são mais fáceis devido uma geração que gastava mais energia brincando na rua, jogando bola, pique pega, queimadas, e tudo mais. A nova geração infelizmente ficam mais dentro de casa na tv, computador, joguinhos eletrônicos ou seja em um mundo virtual.
    Desde cedo ao anoitecer damos um duro danado, e ao final do dia sentimos como a pior mãe do mundo. Com tantas falas parecidas acho que chego a conclusão que enfim somos mães, somos guerreiras e somos apaixonadas com os filhos. Por isso tanto cansaço em querer dar o melhor para eles.

  37. Lucyane disse: em 29.09.2016

    É diante de todos os comentários,tive a conclusão , Deus deu os melhores cargos a nós mulheres,pela nossa capacidade de cuidar de tudo e de todos ao mesmo tempo,cuidar do marido ,dos filhos da casa, dos pets e algumas ainda ajudam os maridos em seus trabalhos,como no meu caso ,mais Deus só nos deu estas tarefas,pois sabia que seriamos capazes de faze las .Concordo que não é fácil, nos desdobramamos para deixar tudo no seu devido lugar, muitas vezes não somos compreendidas ,e nem valorizadas por aquilo que fazemos.Mais tenha certeza que,Deus nos recompensará por tudo aquilo que fazemos,ele nos vê,quando ninguém esta nos vendo ,e conhece o coração ,e Ele mesmo nos diz ” Tudo o que fizer ,faça como se fosse para o Senhor ” Colossences 3:23

  38. Erika Anjos disse: em 29.09.2016

    Tenho 3 filhos 13,8 e 3 anos. E sim é uma loucura , eu digo sempre que no final do dia quando meu esposo chega , eu quero sumir. E o pior é que me sinto culpada por sentir isso pois AMO MUITO MEUS FILHOS ELES SÃO MEU MUNDO. Agora estou em casa mas acho que quando estou trabalhando fora, sou uma mãe muito melhor.

  39. Cristiane disse: em 23.11.2016

    Me identifiquei muito!!!! Que Deus nos fortaleça a cada dia nessa jornada.

Deixe seu comentário