Amor de mãe

Categorias: Comportamento Mães

Amor de maeAmor de mãe não se calcula, não se dosa, não tem limite. Amor de mãe é aquele capaz de atropelar o mundo para salvar um filho.

No amor de uma mãe, a gente não palpita, não aponta erro, não desmerece.

Amor de mãe não é medido pela maneira que seu filho foi gerado. Não importa se nasceu de cesárea, de parto normal, natural, na água ou de emergência. Não importa se ganhou peso ao nascer, se ficou na UTI por uns dias, se quando chegou em casa teve ajuda de alguém ou aprendeu a cuidar do filho sozinho.

Amor de também não muda se o aleitamento materno foi bem sucedido ou se deu lugar à mamadeira. Também não muda se a mãe fica em casa o dia todo, se trabalha meio período, período integral ou quase 24 horas por dia.

Amor de mãe não é medido pelas fraldas trocadas, nem pelos banhos não dados pelas próprias mãos. Não muda se existe uma babá ou a vovó para ajudar no dia a dia.

Amor de mãe é igual se o filho está no berço, no carrinho ou na cama compartilhada.

Amor de mãe é aquele que cuida, que acredita na criação com apego, que segue seus instintos, que acalenta quando o filho está chorando. Amor de mãe é aquele que sentimos ao olhar para os nossos filhos e perceber que sem eles não seríamos tão felizes.

Só compreendemos este amor, quando nos tornamos mãe.

Amor de mãe.

Deixe seu comentário