Porque as mães mentem, mesmo sem querer

Categorias: Comportamento Mães
Mãe que nunca mentiu pro seu filho que atire a primeira mamadeira. Mesmo aquela mentirinha mais inocente, só para o filho não chorar. Aquela que alguns chamam de mentira branca!
Acho que hoje é um dia bem propício a se falar da mentira. Estamos em 1º de abril e as redes sociais estão abarrotadas de quadrinhos e fotos dizendo que um mentirinha não faz mal a ninguém. É fato que todo mundo mente ou mentiu alguma vez na vida (segundo o House todo mundo mente o tempo todo). Mas será que queremos ensinar aos nossos filhos que uma mentirinha de nada não tem importância?
Estamos vivendo um momento em que desejamos a verdade, que desejamos honestidade e lealdade das pessoas, mas isso vale para todos os dias, menos hoje. Não isso tem que valer sempre e em qualquer situação.
 Aí você diz, mas é só uma brincadeirinha, mas neste dia seu filho te observa e resolve fazer igual, em todos os outros dias do ano. Lembremos sempre que somos espelho.
Vejo mães que como eu, procuram cada vez mais informações sobre como criar seus filhos no mundo caótico que estamos vivendo. Certa vez ouvi de um teólogo que os filhos hoje precisam de pais coerentes e não de pais militares. E é exatamente isso que desejo ser aos meus. Uma mãe coerente e criativa o suficiente para explicar as coisas que eles sozinhos não conseguem entender.
Me entristece quando vejo uma criança pedindo algo e a mãe inventa uma mentira qualquer para se livrar do problema. Me entristece ver uma mãe que grita por não ter paciência ou sabedoria para responder aos anseios dos filhos. Me entristece saber que muitas mães contam pequenas mentiras para se livrar de pequenos problemas que seriam resolvidos facilmente com sinceridade.
Existem mil maneiras de contarmos histórias, explicarmos as coisas, que tal escolher o caminho da verdade e ensinar com paciência e persistência? Talvez tenhamos um futuro melhor daqui algumas gerações.
O mundo não está limitado às redes sociais, temos muito conteúdo disponível para ler, aprender e ensinar fora do mundo virtual.
Longe de mim, afirmar que sou a mais honesta, justa e correta, mas este tem sido meu esforço diário, para que eu possa de fato ser um bom exemplo aos meus filhos.

Deixe seu comentário