Dicas para viajar com pouca bagagem – Parte I

Categorias: Dicas Viagens
Nunca fui exagerada ao preparar uma mala pra viagem, a minha sempre foi a menor da turma, e ficou menor ainda quando comecei a mergulhar e comecei a carregar 15kg de equipamento. Me lembro que passei 15 dias em NYC com meu marido em pleno inverno e levamos uma mala média para os dois e mesmo com todas as compras, voltamos com mais uma mala media apenas. Calculei a quantidade exata de cada coisa, não faltou ou sobrou nada. Minha primeira viagem com o Pedro foi em pleno verão pra casa da minha mãe. Ele estava com quase 3 meses e eu sabia que a casa da vovó seria nosso destino de viagem muitas vezes e por muito tempo, por isso montamos uma estrutura paralela por lá. Nesta primeira viagem passei 6 dias fora de casa, levei uma bolsa de mão com roupas pra mim e tudo do Pedro coube na bolsa de passeio dele, a medida que ele foi crescendo a mala também cresceu, mas não muito.Pra você que como eu, mora longe da família e vai sempre pra casa da sua mãe ou da sua sogra, pense em como facilitar a sua vida e diminuir o tamanho da bagagem. Viajar com criança já é bastante cansativo, com muita mala chega a dar desânimo.

Deixo aqui uma listinha de coisas que tenho na casa da minha mãe e que fazem toda a diferença:
Berço Camping: Comprei de segunda mão e usei na antiga casa quando o Pedro nasceu e estávamos de mudança, ele dormiu todos os dias nesse berço até que nos mudamos pro apartamento novo. Quando isso aconteceu mandei ele pra casa da minha mãe, mas como quase não fico lá, ele foi levado pra casa do meu avô na praia. É um item indispensável pra nós, principalmente pela estrutura rústica da casa e pelos mosquitos que nos visitam quase sempre. O berço tem mosquiteiro, ufa!

Banheira: É um item barato e com opções desmontáveis que ocupam pouco espaço. Pedro adora brincar na banheira que tem lá porque ela é bem grandona, espaço por lá não falta por isso escolhemos essa.

Sabonete Líquido da Cabeça aos Pés: É um frasco pequeno, mas se juntarmos todas as coisas pequenas que devemos levar, ele faz diferença. Aqui em casa eu prefiro o sabonete em barra mas como o sabonete depois de um tempo começa a rachar, lá usamos o líquido mesmo.

Kit Papinha: Prato, talher e potinhos para armazenar a comida dele. Também tem uma escova para lavar mamadeira. Assim não precisamos carregar mais essas coisinhas leves porém volumosas na bolsa.

Fraldas Descartáveis: Compro pela internet e mando entregar na casa da minha mãe, ou ela mesmo passa num supermercado e compra fraldas noturnas e diurnas. ela sempre escolhe as fraldas que vem com um pacote de lenço umedecido e eu viajo pra lá com um pacote quase acabando, assim economizo mais algumas gramas na bolsa.

Repelente: Como a casa do meu avô fica numa vila de pescadores bem preservada e cheia de arvores e mata por perto, esse é um item que não pode faltar nunca. Tenho um frasco lá e um em casa, as vezes 2 em cada lugar.

Leite Artificial ou Leite em Pó: Levo num potinho 2 ou 3 porções de leite e minha mãe compra uma lata lá. Geralmente volto com o potinho cheio ou quase com o que sobrou da lata. Esse é um item pesado e volumoso, mesmo que você não tenha a estrutura da vovó vale parar numa farmácia e comprar, a menos que seja um leite mega especial e difícil de achar. Lembro que o Enfamil que é facilmente encontrado em SP, lá não tem em lugar nenhum, ou pelo menos não tinha quando o Pedro tomava complemento até os 5 meses.

Cadeira portátil: Esta eu levei na última viagem porque acabamos nunca usando aqui e na casa do meu avô tem duas mesas de madeira que acomodam muito bem este tipo de cadeira. O Pedro super curtiu sentar com a gente na hora das refeições, mesmo quando já havia almoçado ou jantado.

Cadeirinha para carro: Esta eu ganhei de uma super amiga e com certeza faz toda a diferença. Mas se eu não tivesse ganho, muito provavelmente compraria uma de segunda mão ou de modelo mais simples para deixar por lá.

Contamos também com a estrutura da casa, se vamos passar uma semana ou mais, levamos roupa para 3 ou 4 dias e vamos lavando e passando lá, assim economizamos na quantidade de coisas que levamos. eu procuro usar sabonete, shampoo e alguns outros itens de higiene que minha mãe já tem em casa. Confesso que aproveito e uso os chinelos e os pijamas dela também, risos.

Estas foram a mala e a bolsa que levei na última viagem que durou 6 dias. Voltamos ainda com alguns mimos como tênis, protetor de colchão, toalhas de banho. ACREDITEM, coube tudo aí dentro, juro!

Bem, além das viagens para a casa da vovó, já viajamos e ficamos em hotel, para 3 dias levei essa mesma bolsa e mala, mas com a roupa do marido inclusa e várias outras coisinhas que se fosse na casa da minha mãe não levaríamos. Estou preparando um post com dicas também! Logo mais eu posto aqui!

Se você tem mais alguma dica ou dúvida sobre o que levar ou não, deixe seu comentário por aqui. Ele será muito bem vindo!

Das setes vezes que fui visitar a família no sul, apenas uma fomos de carro, que foi no período de férias. Nesta viagem acabamos levando um pouco mais de coisas que no fim acabaram sobrando.

Deixe seu comentário