Viagem de 3 dias não é descanso, é função!

Categorias: Sem categoria
Fiz um post sobre o que levar numa viagem de 3 dias mas esqueci algumas coisas essenciais como, paciência extra, muita disposição e animação!
Viajamos sexta cedinho para voltar no domingo final do dia. Nas viagens anteriores, nunca me importei com o tempo de deslocamento e sequer reparei que saímos de casa as 7h para chegar ao destino final perto de 15h. Com filho pequeno, cada hora faz uma baita diferença. 
Nossos dias foram mais ou menos assim…
Na noite anterior à viagem Pedro resolveu que a madrugada seria de olhos abertos fazendo farra na nossa cama. Nem preciso dizer que levantamos logo cedo parecendo dois pandas em direção a Guarulhos, ainda zonzos de sono, errando o caminho de vez enquando. Nessas horas agradeço imensamente a neurose do meu marido em relação a horário. Querer chegar com muita antecedência sempre me permite pegar o avião. Se dependesse só de mim, provavelmente faria bem menos viagens, por conta dos atrasos!
Entre deixar o carro no estacionamento, pegar a van e embarcar sobrou um tempo pro cafezinho e uma troca de fralda. No avião também foi tranqüilo, Pedro comeu um pouco da papinha de fruta, dormiu quase a viagem toda, melhor assim, porque quem merece um bebe se mexendo por mais de 2 horas num espaço minúsculo de um vôo lotado.
Chegamos exaustos e enfrentamos a má vontade da atendente da locadora de veículos, além de ter a infeliz idéia de escolhe um carro que não conhecíamos e era muito ruim. Encaixa mala daqui, aperta o carrinho dali, descobre como usa a tal cadeirinha de carro, e lá fomos nós rumo a Praia do Forte.
Que surpresa agradável ser bem recebido naquela linda pousada que sempre nos hospedamos e sempre nos recebeu com má vontade. Este ano até late check out nos ofereceram, além da super prestatividade em fazer comindinhas, sucos e vitaminas pro Pedro. Essa parte da alimentação foi muito tranquila. Achei que fosse ter muito mais trabalho! 
Passamos o resto da sexta quase toda na cama, tamanho foi o cansaço da viagem. O Pedro estava exausto e ficou choramingando e reclamando o resto do dia todo. Não saímos do quarto nem pra jantar, pedimos mini pizza e ficamos lá os 3 largados na cama!
Havíamos planejado acordar super cedo pra levar o Pedro à praia, mas o cansaço falou mais alto e o despertador foi desligado no mesmo momento que tocou. Tomamos um café calmamente, cuidamos da alimentação do Pedro e voltamos pro quarto pra sessão protetor solar, óculos de sol e mais as outras tralhas que precisávamos levar pra praia. 
Pedro foi no sling com o pai de chapéu, óculos escuro, protetor solar, camisa de lycra e um balde de brinquedos para o seu primeiro contato com a areia e água salgada. No início ele ficou receoso, mas logo depois brincou um monte, e deu muitas risadinhas!!! Consegui registrar esses momentos, a fotos ficaram lindas!
O restante do sábado foi rodeado de amigos e família, foi uma delícia rever os parentes Bahianos, jogar conversa fora, falar das milhões de coisas do Pedro, compartilhas estórias e matar a saudade. Neste dia o Pedro estava um pouco mais descansado, e ficou ótimo no carrinho e nos vários colos que ganhou.
Domingo amanheceu nublado e ficamos sem praia e piscina, curtimos a manhã no hotel, com um delicioso café da manhã, mais uma preguicinha na cama e arrumação das malas. 
Almoço em família denovo, restaurante bacana, conversa boa e comida melhor ainda. Quando a conta chegou, percebemos que nossos celulares haviam sido furtados. Que sensação HORRÍVEL! Anda daqui e dali, faz BO e tenta entender o que estava acontecendo. Falamos com o garçom e ele avisou que haviam câmeras no estabelecimento. Prontamente pediram as gravações, mas o proprietário do estabelecimento não estava. Deixamos nosso contato e já atrasados fomos pra Salvador devolver o carro e pegar o avião. Chegamos no check in com o embarque finalizando, e cheio de mala nas mãos. corremos mais um pouco e finalmente nosso avião decolou.
Pedro estava irritado e com sono, reclamou mais da metade da viagem e vencido pelo cansaço, dormiu por uns 40 minutos! Lá fomos nós, tira mala da esteira, ajeita no carrinho, espera a van, vai pro estacionamento, organiza o carro, e casa. Finalmente! No meio do caminho o Pedro já tava com a fralda toda mijada e a roupa molhada, eu mijada por tabela e ele lutando denovo contra o sono.
Em casa aquela função, banho, comida, roupa, mala pra desmontar e mais um monte de coisas pra ajeitar! Ahhhhhhh quanta coisa. finalmente um noite de sono na nossa cama que eu já estava com saudades.
Não bastassem ter perdido 2 iphones ontem quando fui passear com meu filho shopping, descobri que o carrinho de passeio dele chegou faltando 2 peças, aquela que engata o assento na estrutura. Lá vou eu comprar a tal peça que custa 1/3 do preço que paguei no carrinho 🙁
Viagem cansativa, com vários prejuízos mas mesmo assim gostosa. a Bahia inspira alegria, caipirinha, amigos, banho de mar, acarajé e tapioca! Não me arrependo de ter ido, mas no ano que vem preciso ir durante as férias, assim dá tempo de descansar!
Pedro e seu primeiro banho de mar!
 

2 comentários

  1. Helena Sordili disse: em 26.09.2013

    Realmente com crianças precisamos de mais dias de viagem pois quando eles estão se acostumando já acabou ne?
    beijos
    Lele
    http://www.eueleeascriancas.com.br

  2. admin disse: em 26.09.2013

    Lele nem me fale!

    quando ele começou a descansar, já tava na hora de voltar! socorro!

    bjks

Deixe seu comentário